Portal Para a Morte

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

81 - Brilho na Ribalta


 Na ruptura de nossos corpos,
rumorejo com súplicas a Deus.
Brilha a ribalta no nosso espetáculo.
Insurreto e cheio de ira,
joga-me ao chão ressabiado
pelo ciúme enfermo.
Seu coração excessivamente seco,
sentencia-me.
Consequência da fúria vã.
Incapaz de brilhar sentimentos
destila o líquido
da maldade opaca.
Lentamente levanto-me,
atribuída com nova vida. . .
imbuiu-me ardentemente
em teus pensamentos imputrescíveis,
que jamais me esquecerão.
                   
                   Janice Adja

"Plágio é crime e está previsto no Artigo 184 do Código Penal 9610."

4 comentários:

  1. E a alquimia prossegue...
    Um abraço. Tenhas uma boa noite.

    ResponderExcluir
  2. Olá Janice!

    Os teus textos, poemas têm muito potencial. São muito profundos.
    Poderias publicar um livro. :)
    Parabéns!

    Beijinhos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho vontade, falta verba. rsrsrsrsrs
      Minha família não gosto do que escrevo, eles nem olham o blogger. Eles não tem ideia do que escrevo.
      Assim fica difícil.
      Beijos!!

      Excluir

Vamos movimentar este blogger.
Deixe seu comentário.