Portal Para a Morte

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

98 - Extrema Despedida


Não faça da minha partida
tua bandeira de lágrimas.
Não faça da minha ida
o teu ficar sem esplendor.

Não busque nos campos
flores vivas e coloridas.
Morrerão junto ao meu peito
perdendo o fulgor da vida. 

Não me tragas o silêncio
quando calo para te ouvir.
Tire a roupa escura da dor,
a natureza é colorida e quente.

Dormirei no leite frio e só.
Agora, serena defunto no mármore.
Aflito não impedirás
meu impulso no azul.

Libertar-me-ei da matéria suja,
das delícias do paladar
e de tantas outras que colaboram
para interação da vida.

Saudades levarei da luz
tão singela e sinfônica.
Saudades, dos integrantes convívios
desta aventura diária.

Na extrema despedida dos corpos,
comovida, partirei para longe.
Onde terei vida eterna.
Lugar onde Deus me aguarda.

               Janice Adja

        "Plágio é crime e está no Artigo 184 do Código Penal 9610." 



8 comentários:

  1. Janice, poetaste muito bem sobre esse tema do qual muita gente foge.
    Um abraço. Tenhas um bom dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado,
      Seus comentários são importantes.
      Volte sempre.

      Excluir
  2. Sorte a minha ter encontrado um espaço tão inspirador...parabéns pelos textos, estou seguindo e pretendo voltar sempre...se puder dar uma força e seguir também eu ficaria grato...
    www.paullolenore.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Bellíssimo seu poema.
    Quero agradecer sua visita em meu blog, seja sempre bem vinda e vim conhecer o seu.

    Quanto a pergunta que me fez... bem! estou conhecendo seu blog agora, e com certeza eu
    não escrevi e nem apaguei nenhum comentário ou então escreveria outro...talvez para me retratar..
    espero estar lendo seu blog, e fazendo comentários sempre que puder.
    Abraços
    e até mais
    Giovanna

    ResponderExcluir
  4. Olá Janice!

    A despedida é nua e crua, especialmente quando é forçada pelo destino.
    Bonito adeus.

    Resposta: a mulher que tanto me inspira, é o amor da minha vida.

    Beijos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que chique . És abençoada.
      É verdade, toda despedida é triste.
      Beijos!!

      Excluir

Vamos movimentar este blogger.
Deixe seu comentário.