Portal Para a Morte

domingo, 18 de novembro de 2012

O Tempo das Velas

Imagem do arquivo pessoal.

Enquanto durmo,
as velas queimam
iluminando meu sono
de futuro escuro.

No tempo em que durmo,
o céu fecha a cortina
com a tempestade de um tsunami.
E as velas queimam
iluminando meu sono.

Enquanto durmo,
corvos e borboletas loucas
disputam voando
um lugar no espaço.
E as velas queimam
iluminando meu sono.

No tempo em que durmo,
o sol não queima minha pele
e transpiro o enxofre do corpo.
E as velas queimam
iluminando meu sono.

Enquanto durmo,
meus pensamentos não mudam.
E as velas queimam
iluminando meu sono.

No tempo em que durmo,
pessoas seguem ao túmulo
com os olhos encharcados de medo.
E as velas queimam 
iluminando meu corpo
no ritual desta necrolatria.

Enquanto durmo,
o sol deixa o céu vermelho.
E as velas,
já não queimam 
iluminando meu corpo.

Janice Adja

"Plágio é crime e está no Artigo 184 do Código Penal 9610."

25 comentários:

  1. Muy bonita JANICE mientras duermo ,vivo en otro mundo.imaginario de descanso eterno,BEIJOS......

    ResponderExcluir
  2. Eu não entendo muito seus poemas, sei que são tristes e este parece lembrar o momento de um velório.
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isto mesmo. O momento que as velas queimam.
      Beijos!!!!

      Excluir
  3. Un bonito poema. Muchas imágenes de gran alcance. Noté que pones en las letras y metáforas poderosas. ¡ Felicitaciones!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristian, obrigado por está aqui.
      Gosto de dar acepção metafórica a textos.
      Beijos!!!!!

      Excluir
  4. A cantora Zélia Duncan tem uma música com o nome Enquanto durmo:
    Espero a chuva cair
    Na minha casa, no meu rosto
    Nas minhas costas largas
    Espero a chuva cair
    Nas minhas costas largas
    Que afagas enquanto durmo,
    Enquanto durmo, enquanto durmo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gilberto!!!
      Eu conheço a música e também gosto muito.
      Tentei descrever um velório. rsrsrrs
      Beijos!!

      Excluir
  5. SHOW!

    acho que a gente deveria acender essas velas lá dentro da CAPELA DOS OSSOS que talz? rsss...

    JOPZ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa ideia. Agora sei que posso contar com sua ajuda. rsrsrs
      Beijos!!!!!

      Excluir
  6. Janice,parabéns por mais um lindo poema. Gostei da musicalidade e da maneira natural que a tua pena desliza sobre as palavras.
    Um abraçO. Tenhas um lindo dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico contente que tenha gostado.
      Uma semana de muita luz e harmônia.
      Beijos!!

      Excluir
  7. Boa noite Janice. Caraca... A última vez que estive aqui foi no Dia de Finados... Fiquei tão enrolado viajando e tentando manter o blogue, depois houve a BC de inveja da Alê que até agora não consegui comentar em todos os participantes.
    Sabe que não sei comentar, mas que adoro seus poemas. Recordo que na última visita você disse que eu poderia lhe corrigir, não consigo sequer corrigir a mim mesmo! ahaha. Sofro um tanto, por sorte tenho um revisor que me auxilia.
    Eu sempre tive esta sensação de que dormir seja morrer um pouco e com esta sua alusão às velas, pareceu ainda mais real.
    Estou com um projeto, uma Antologia Literária e penso que o tema se fosse poetizado pelo seu estilo, ficaria muito interessante! Sabe que comigo não rola moralismo algum com coisas sombrias, pelo contrário...
    Se quiser participar, será muito bem vinda.

    => CLIQUE => ESCRITOS LISÉRGICOS...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho vontade de participar sim. Só não se falou até agora sobre valores $$$. Tenho medo de assumir algo que não possa pagar.
      Beijos!!!!

      Excluir
  8. Janice, aquele post é uma exceção onde estou esclarecendo as dúvidas, no entanto, como não sei se você voltará para ler, deixo a resposta aqui sobre a pergunta que fez de o quanto irá caber para cada pessoa.

    "Vai caber para cada pessoa a dedicação. Não vai custar um centavo, Janice. Vocês não terão que pagar ABSOLUTAMENTE NADA por este projeto, que isto fique esclarecido a todos.
    Quando mencionei sobre adquirir os exemplares, é algo totalmente opcional (eu, particularmente, não suportaria ver uma antologia com um conto meu sem tocá-la, rs), mas se pessoa não quiser ou não puder pagar, está livre.
    A participação em Antologias é bem interessante para escritores que querem referência e é isto que estou querendo oferecer às pessoas, em minhas limitações.
    Portanto, aguardo desde já seu poema. Sei o quanto é talentosa e merece ter seus escritos valorizados devidamente."

    ResponderExcluir
  9. KURTI....

    E podem escrever isso no meu túmulo.

    JOPZ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixe escrito o seu novo endereço que quando a hora chegar eu mando colocar na sua lápide. rsrsrsr
      Beijos!!

      Excluir
  10. Oi Janice

    Domigo lindo pra ti e ótima semana também.

    Bj♥s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Uma semana de muita luz e harmônia.
      Beijos!!!

      Excluir
  11. Respostas
    1. Ah!!!! Que felicidade ler estas palavras vindo de você.
      Fico contente por demais.
      Muito obrigado.
      Beijos!!

      Excluir
  12. Olá Janice!

    Acho que quando dormimos, o nosso espírito sai do corpo por momentos regressando minutos antes de despertarmos. Portanto, isto é uma forma de desencarnar e de reencarnar, penso.
    Parabéns pelo texto.

    Beijinhos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não duvido de mais nada.
      Acho que tudo é possível.
      Fico agradecida por você está por aqui.
      beijos!!!!!

      Excluir
  13. Olá, Janice.
    Creio que nossa vida também pode ser comparada a chama de uma vela, já que, comparada ao restante do Universo, ela dura pouquíssimo tempo.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode sim. A vida é delicada como uma vela.
      Basta um sopro, e tudo se transforma em nada.
      Obrigado pelas visitas constantes.
      |Beijos!!!!

      Excluir

Vamos movimentar este blogger.
Deixe seu comentário.